Divulgadas novas imagens da reforma de US$ 1,6 bilhões da Penn Station em Nova Iorque

Por Patrick Lynch
Traduzido por Eduardo Souza

 

O projeto de transformação da Penn Station, de Nova Iorque, está avançando, uma vez que o governador Andrew Cuomo anunciou o fechamento do acordo de US $ 1,6 bilhão para reconstruir uma grande seção do James A. Farley Post Office no novo “Moynihan Train Hall”.

 

O projeto consistirá em um novo terminal de 23 mil metros quadrados para Long Island Railroad e Amtrak, aumentando o espaço total da Penn Station em mais de 50 por cento, enquanto um adicional de 65 mil metros quadrados será desenvolvido para espaços comerciais, lojas e de restaurantes para criar um novo espaço cívico de uso misto para o oeste de Manhattan.

 

Cortesia de SOM

“Cinquenta anos após a perda da estrutura original da Penn Station, os passageiros poderão mais uma vez experienciar um centro ferroviário de classe mundial, digno de Nova Iorque”, afirmou o governador Cuomo. “O Moynihan Train Hall do Farley Building está sendo feito há duas décadas, e estamos orgulhosos de que este projeto seja finalmente uma realidade. Com o melhor acesso aos trens e metrôs e infraestrutura de ponta, o Moynihan Train Hall junta-se perfeitamente à história, projeto arquitetônico e função trazendo a estação ferroviária mais movimentada do país para o século 21”.

 

Cortesia de SOM

Projetado pelos arquitetos originais da Penn Station, McKim, Mead e White, como uma irmã da outra edificação, o Farley Building terá seu núcleo transformado em uma estação ferroviária cheia de luz, evocando a aparência de seu parceiro demolido há muito tempo. Novas renderizações lançadas com a notícia mostram uma claraboia de 28 metros altura que será construída acima das treliças de aço históricas do prédio. Ao longo do acesso às plataformas Amtrak e LIRR, o trem proporcionará conexões diretas com o metrô Eight Avenue, e criará uma entrada na 9th Avenue pela primeira vez, levando os visitantes a poucos quarteirões do mega-desenvolvimento em andamento de Hudson Yards.

 

Cortesia de SOM
Cortesia de SOM

Outras melhorias incluirão um redesenho da passagem pela LIRR 33rd Street, renovações das estações de metrô de Seventh e Eighth Avenue existentes e triplicar a largura da 33rd Street Corridor, uma das vias de pedestres mais movimentadas de Penn Station, que abrange o nível mais baixo da estação da 7ª à 8th Avenue.

 

Cortesia de SOM

O financiamento para o projeto virá de uma colaboração entre Empire State Development (US$ 550 milhões) e parceiros privados relacionados, Vornado e Skanska (US$ 630 milhões). Um adicional de US$ 420 milhões virá das três principais agências de trânsito de Nova York (MTA, Port Authority e Amtrak) e subsídios federais.

Se tudo correr bem, a nova estação estará averta ao público até o final de 2020.

 

Notícia via State of New York.

 

Cortesia de SOM

 

Disponível em: www.archdaily.com.br/br/875384. Acesso em: 03/05/2018.

 

Share your thoughts