Studhorse / Olson Kundig Architects

Curadoria de Nico Saieh

 

Studhorse Outlook. Methow Valley, Winthrop, Washington.

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Vale Methow Valley, com seus 96,5 km de comprimento nas montanhas Cascades do estado de Washington, é uma paisagem especial com clima que varia dos verões escaldantes aos invernos com neve intensa. É uma paisagem verdadeiramente impressionante onde os clientes queriam construir uma segunda residência para ser uma espécie de casa-de-aventuras para eles e seus filhos. São grandes pais que sempre inventam aventura como um modo consciente e deliberado de desenvolver recordações como família.

Planta Inferior

Neste lugar, uma casa em que tudo se trata de aventura é uma que te obriga a estar no exterior e participar ativamente com todas as estações. Temos que sair para entrar. Tudo bem que a casa possui inconvenientes, mas são interpretados como momentos maravilhosos e inesquecíveis. A aventura é um ponto inconveniente que se reafirma e te relembra onde moras.

Studhorse Outlook. Methow Valley, Winthrop, Washington.

A casa é composta de quatro edifícios, está centrada em torno a um pátio central e uma piscina. Eles não se encostam, mas se conectam através da ideia de um pequeno acampamento que podemos ir de barraca em barraca. Os materiais são duros no exterior devido ao clima de alto deserto, mas com o interior bastante acolhedor, é como um saco de dormir, quente e seco.

Cada edifício tem uma vista incrível, cuidadosamente composta por seu contexto, as Montanhas Studhorse e Lago Pearrygin. As áreas de caráter mais público, como a sala de estar, cozinha e bar estão agrupados em uma estrutura que se abre quase totalmente, com janelas de correr ao longo das paredes. O dormitório principal e quarto das crianças estão em outro edifício. Um terceiro abriga o quarto de hóspedes, para que tenham privacidade. Uma sauna está em um quarto edifício com uma vista privada por sobre o vale.

Planta Superior

O terreno estava completamente vazio quando começamos, exceto por esta pedra! É um bloco errático glacial – uma rocha que os glaciares deixam cair a medida que recuam – se tornou o pronto central para o projeto. Está relativamente próximo ao bar, e se converte em um lugar para sentar, apoiar a bebida. Foi pensada como uma grande peça de mobiliário.

O projeto abraça a vida familiar e o entretenimento. Por exemplo, uma parede com a TV pode estar voltada para os interiores como também se abrir para o pátio. Se tem um jogo passando, todos podem assistir da área da piscina. Além disto, o bar tem certo aspecto de Coney Island, onde ao apertar um botão, as paredes podem se abrir. É um dos pontos altos do projeto executado, todos se reúnem naturalmente no abr e fato que ele pode se abrir cria uma importante relação entre o interior e exterior que buscávamos alcançar.

O revestimento de madeira utilizado em todo o projeto foi resgatado de um antigo celeiro em Spokane. Os variados tons da madeira revelam sua história e uso. O vidro é muito importante, nunca gostei estar em um ambiente que não se sente parte do exterior. Sempre gostei de ter uma boa quantidade de vidro, tomar em conta o permitido por legislação e ao invés de salpicar por aí de maneira espaçada, concentrá-la em apenas um lugar para fazer uma conexão vívida com a paisagem.

 

 

ArquitetosOlson Kundig
Localização: Winthrop, Estados Unidos
Área379.0 m²
Ano2015
Arquiteto Responsável: Tom Kunding
Gestão De Projeto: Mark Olthoff
Projeto Interiores: Debbie Kennedy
Colaboração: Gus Lynch

 
 

Originalmente publicado em Maio 30, 2016. 

 

Disponível em: www.archdaily.com.br/br/788241. Acesso em: 14/04/2020.

Share your thoughts