Chablé Resort Hotel | Central de Proyectos SCP

Descrição de texto fornecida pelos arquitetos. O projeto de reativação do antigo Hacienda San Antonio Chable para um novo hotel compreende a restauração e adaptação dos antigos prédios que compõem o principal assentamento da fazenda, bem como os espaços abertos, praças e jardins que os rodeiam. A fazenda, cujos primeiros registros obtidos datam do ano de 1813, começou como uma fazenda de milho e gado, e mais tarde como um local de produção de fibras henequen.

 

Planta baixa

Por ordem de construção, o complexo de fazenda é composto por uma praça cercada pela casa principal, a casa do administrador, pomares e seus canais de irrigação, cercas de gado, sala de maquinário, pátios e um portal eclético, rodeado de residências operárias.

 

 

A restauração.

A casa principal apresentava sérios problemas estruturais em grande parte do edifício, cujos arcos e telhados corriam o risco de desabar devido à anos de chuvas estagnadas e a um sistema de drenagem deficiente. Para resgatar as estruturas de um colapso iminente, foram utilizados os sistemas construtivos originais, aproveitando os novos elementos restaurados para incorporar novas tecnologias de iluminação, voz e dados de acordo com o novo uso. Os porões e os arcos inferiores, que abrigavam células de cereais nos estágios iniciais da fazenda, também foram restaurados e adaptados para novas atividades.

 

Antes

Enquanto em alguns espaços e edifícios o sistema de construção original foi restaurado, em outros casos os critérios de intervenção contemplaram a preservação e consolidação de espaços arruinados para evidenciar a passagem do tempo, a ação da natureza e o valor histórico do local.

 

 

Em espaços exteriores como praças, baias e pomares foi realizado um resgate da paisagem vegetal, já que anos de abandono os mantiveram sob uma espessa camada de plantas daninhas, impedindo o desenvolvimento normal das árvores existentes e afetando o espaço para a cultura local dos ingredientes necessários no hotel. Nesse sentido, mais de 3.000 novas plantas foram incorporadas, tanto decorativas quanto consumidoras.

 


 

Como parte da montagem do casco principal, foi encontrado um cenote (caverna de água subterrânea). Com a ajuda de uma equipe multidisciplinar, realizamos a limpeza e reabilitação de suas correntes naturais, gerando o coração e a imagem do novo hotel.

 

 

Arquitetos: Central de Proyectos SCP
Localização: Chocholá, Yuc., México
Arquitetos responsáveis: Ana Laura Puig Casares, Eduardo Calvo Santísnio, Luis Jorge Puig Espinosa.
Área: 50.000 m2
Ano do Projeto: 2015
Fotografias: Eduardo Calvo Santisbón

 

Disponível em: www.archdaily.com/874806. Acesso em: 10/05/2018.

 

Share your thoughts